Novidades

Aplicativo de filtros para fotos pode colocar a segurança da informação em risco

Recentemente a plataforma FaceApp fez sucesso com muita gente. O aplicativo de filtros para fotos capaz de revelar como possivelmente seremos quando idosos pode até ser divertido, mas talvez seja preciso pensar duas vezes antes de baixá-lo e começar a usar a plataforma no quesito segurança da informação.

O App de filtros para fotos faz um levantamento de informações dos usuários, mas você provavelmente não leu os termos de uso antes de ver sua versão mais velha, que dizem: “Ao utilizar o nosso serviço, os nossos servidores vão registar certas informações automaticamente. Aqui temos o seu pedido da Web, endereço IP, tipo de navegador, páginas de referência e saída, bem como o URL, o número de cliques e a forma como interage com os links no serviço. Acompanhamos também os nomes de domínio, páginas de entrada, além das páginas visualizadas e outras informações. Também podemos reunir informação similar através de e-mails enviados para os utilizadores que assim nos ajudam a monitorizar quais os e-mails que são abertos, além dos links em que o utilizador escolhe clicar. Informações presentes na sua política de privacidade, na ligação supracitada”.

(Imagem: Reprodução)

Ou seja, muitas informações estão expostas e você deu permissão para isso.

 

LEIA MAIS

Como fica a estratégia de marketing com o fim dos likes no Instagram?

Como a cor influencia nos resultados da sua marca [Série Cores #1]

Google abre inscrições para bolsas de estudo na América Latina

 

E por que devemos nos preocupar com nossos dados?

Devemos nos preocupar com a proteção de dados pela nossa segurança pessoal, em primeiro lugar. Informações como dados bancários, localização e compras de bens podem ser usados para roubos e até sequestros. Porém, dados aparentemente menos valiosos são alvo de muitas empresas, como nosso e-mail. Para se proteger, existem algumas medidas, como manter o antivírus atualizado, não clicar em links recebidos sem conhecer o remetente, não executar arquivos recebidos via e-mail ou serviços de mensagem instantânea e não fornecer qualquer dado sem saber o motivo – e concordar com ele. Sobre navegação em sites, especialmente de compras, o Tecnoblog deu ótimas dicas para a verificação de segurança.

E nas empresas?

Segurança da informação é coisa muito séria nas empresas. Para as companhias, transações financeiras para clientes importantes e previsões sobre o futuro são considerados ativos de grande valor! Afinal, dependendo de como são usados, podem impactar no negócio. Conhecer os próprios recursos, treinar a equipe e fazer backups regulares de dados são medidas importantes. As consequências para a empresa que não cuida da segurança da informação são prejuízos – financeiros e até para a marca.

 

 

 

Etiquetas

Julia Viana

Editora do Blog da Printi, uma jornalista que encarou um novo papel para falar de mundo gráfico e inovação - sem nunca deixar a criatividade e os assuntos mais comentados do momento de lado.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar