Design

Diploma de Design Gráfico na mão, e agora?

Finalmente você conquistou o seu tão sonhado diploma de design gráfico! Depois de alguns anos de dedicação, esforço, muito trabalho duro e, talvez, algumas noites sem dormir, você chegou ao fim da graduação.

Depois de comemorar essa conquista tão importante, é preciso seguir para os próximos passos. Mas, afinal, quais serão eles? Esse é um daqueles momentos decisivos na vida de alguém, e as suas escolhas vão se refletir em seu futuro profissional.

Saber para qual caminho seguir depois da formatura pode tirar o sono de muitos recém-formados, mas não precisa ser assim. Com as dicas que trouxemos para você neste post, você será capaz de decidir sobre o seu futuro e entrar no mercado de trabalho de design gráfico com muita segurança. Confira!

1. Decida em que área deseja se especializar

Embora você tenha investido tempo e recursos financeiros em um curso de nível superior em uma área pela qual você se interessa, possivelmente ao longo dele você teve mais afinidade com algumas disciplinas do que com outras.
E isso — muito mais do que ser uma preocupação com você estar na área certa ou não — é um indicativo de onde você deve investir seus esforços em especialização. Você vai trabalhar durante muitos anos com isso, portanto, escolha algo que realmente te interesse.

Profissionais que atuam em diversas especialidades dentro de uma mesma área podem ser mal vistos, pois isso seria indicativo de que ele não domina nenhuma delas com maestria. Sendo assim, reflita bastante sobre qual a área em que você pretende se especializar.

Em qual área se especializar?

2. Crie um portfólio online

Se você ainda não possui um portfólio online, saiba que pode estar perdendo diversas oportunidades de trabalho. Muitas empresas buscam designers através de sites de portfólio digital. Além disso, esse tipo de site é uma ótima maneira de apresentar seu trabalho e suas aptidões ao enviar uma candidatura para uma vaga de emprego.

Para fazer um portfólio de design com qualidade, você deve reunir seus melhores trabalhos, incluindo aqueles feitos durante a faculdade e também projetos pessoais. E, se você já escolheu uma área de especialização, vale investir em trabalhos que remetam a ela. Assim, você mostra experiência e familiaridade com ela.

Portfólio online

3. Enriqueça seu currículo

Por mais que um diploma de graduação já seja valiosíssimo para um país como o nosso — em que apenas 14% da população concluiu o ensino superior — é necessário continuar estudando para enriquecer seu currículo ainda mais.
Para isso, você pode fazer cursos livres, uma pós-graduação ou até mesmo atividades voluntárias. Todas elas contam muitos pontos em seleções de emprego e podem ser o diferencial que te fará alcançar determinada posição.

Enriqueça seu currículo

4. Faça networking

Fazer boas conexões é importante em qualquer área, e não seria diferente no design gráfico. Para isso, você precisará frequentar eventos, palestras, exposições e demais acontecimentos nos quais estejam pessoas da área.
Tenha sempre com você alguns cartões de visitas, mas não os distribua aleatoriamente. Entregue-os àquelas pessoas com quem você conversou e com quem tenha surgido uma boa interação.

Networking

Outro ponto importante do networking é não procurar seus contatos apenas quando precisa de algo deles. Estabeleça uma relação com eles, troque mensagens sempre que possível e pertinente.

5. Nunca pare de trabalhar

No início da carreira, pode ser um pouco mais difícil encontrar um emprego devido à falta de experiência no currículo, mas isso não é motivo para se desesperar ou desistir. E, para isso, uma boa opção pode ser trabalhar como freelancer.

Não pare de trabalhar

Esse tipo de trabalho te ajudará a ganhar a tão necessária experiência profissional e a enriquecer seu portfólio. Assim, com mais vivência no mercado, ser admitido em uma empresa ou agência será mais fácil.
Ou, quem sabe, você pode gostar da flexibilidade que esse estilo de vida proporciona e decidir por ser PJ e não CLT.

6. Não tenha medo de arriscar

Essa é a dica de ouro! O medo pode te privar de vivências importantes para sua carreira e para a vida como um todo, portanto, deixe-o de lado e arrisque. Agora, enquanto você é recém-formado, é o momento ideal para fazer apostas mais ousadas.

Os aprendizados que elas trarão — independentemente de sucesso ou fracasso — farão de você um profissional mais completo.

Arrisque!

Temos certeza de que, com essas dicas, você está muito mais seguro em relação ao seu futuro profissional! Se você tem mais sugestões para compartilhar com seus mais novos colegas de profissão, comente neste post e divida-as com a gente!

Etiquetas

Julia Viana

Editora do Blog da Printi, uma jornalista que encarou um novo papel para falar de mundo gráfico e inovação - sem nunca deixar a criatividade e os assuntos mais comentados do momento de lado.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar