Design

6 passos para produzir um carimbo personalizado

Não há empresa que não utilize carimbos. Seja para validar algum documento ou para identificar a função e nome de determinado funcionário, o uso de carimbos personalizados já se tornou cotidiano no ambiente empresarial.

Contudo, poucos sabem que é preciso se atentar para alguns fatores antes de definitivamente solicitar a confecção deste produto.

Pensando nisso, nós da Printi preparamos esse guia com 6 dicas para produzir um carimbo personalizado. Ficou curioso? Então confira:

Aprenda 6 passos para produzir um carimbo personalizado

1. Área personalizável

Uma das dicas mais importantes é se atentar para o tamanho da área personalizável do carimbo. Sua mensagem precisa ser legível e sua identidade visual deve ser captada em uma fração de olhar.

Assim, antes de enviar o material para a personalização, confira as dimensões desta área e a compare com a sua arte gráfica. Além disso, é imprescindível que você confira o texto que você irá imprimir. Verifique se o nome da pessoa e/ou empresa está escrito de forma correta e se o tamanho está adequado para leitura.

2. Empresa que confeccionará seu carimbo

Certifique-se sempre sobre o histórico da empresa que você cogita solicitar a produção do carimbo. Uma gráfica respeitada no mercado e com uma base de clientes já consolidada sempre é uma opção mais segura.

Lembre-se também de procurar depoimentos de antigos clientes dessa empresa e dar uma olhada em seu portfólio.

3. Escolhendo o tipo de carimbo

Existe no mercado uma variedade de tipos de carimbo. Alguns deles são os de marca d’água (chancelas), os estojos de bolso e os carimbos de madeira. Mas, por conta da própria qualidade de impressão, que é mais nítida e eficiente, a melhor opção é o carimbo automático. Por isso, opte sempre por este tipo de produto e evite adquirir um carimbo menos eficiente.

4. Comprar pronto?

Muitas empresas ficam em dúvida se devem comprar um carimbo liso e solicitar uma personalização ou comprar o produto já personalizado de uma vez.

Para evitar que a área de personalização não tenha tamanho distinto da mensagem gráfica que você deseja imprimir, é sempre mais interessante adquirir o produto já pronto. Além de poupar tempo e planejamento, você terá mais segurança quanto à qualidade do carimbo e de sua impressão.

5. Cor

Existem carimbos que possibilitam o uso de tinta colorida, mas muitas vezes eles são aplicados em superfícies que não destacam a mensagem. Isso sem falar que, em determinadas situações, seu uso pode parecer inapropriado ou até informal.

Por isso, investir na sobriedade talvez seja a melhor opção. O uso da tinta preta em carimbos já está consolidado e, por isso, as chances de errar são mínimas.

6. Confira o produto

Por conta das grandes demandas, algumas falhas podem passar despercebidas na produção dos carimbos. Por isso lembre-se também de conferir cada um deles depois de sua produção.

Você pode testá-los na própria superfície que deseja imprimir a mensagem. Assim você garante a utilidade de sua encomenda e evita transtornos futuros.

Você se lembra de mais algum detalhe que devemos nos atentar na hora de produzir um carimbo personalizado? Ainda tem dúvidas sobre o assunto? Então deixe um comentário no campo abaixo e aproveite seus novos conhecimentos sobre a confecção deste produto para acessar a loja virtual da Printi. Lá você encontrará todas as informações sobre os carimbos personalizados e ainda poderá fazer um orçamento de acordo com suas necessidades de encomenda.

 

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar