Ideias para negócios

De A a Z: Conheça as principais definições do universo do empreendedorismo

Glossário do empreendedorismo | Imagem: Printi

Você domina todas as termologias do universo do empreendedorismo? Sabemos que são inúmeras, e por isso, para aumentar ainda mais o seu conhecimento – ou até mesmo esclarecer algumas definições que ficaram subentendidas -, selecionamos as principais expressões que devem fazer parte do vocabulário de todo empreendedor. Confira nosso glossário e fique por dentro, de A a Z:

A

Aceleradoras: Entidades – com ou sem fins lucrativos – que tem como objetivo apoiar o desenvolvimento de negócios inovadores através do oferecimento de um processo previamente estruturado que conta com mentorias e serviços de apoio.

Aporte: Se refere a uma espécie de contribuição ou subsídio. No universo do empreendedorismo, está ligada a uma determinada quantia de dinheiro direcionada a certo objetivo.

API (Application Programming Interface): Traduzida como “Interface de Programação e Aplicação”, permite a integração de diversos softwares e aplicativos na web, o que possibilita a realização de pagamentos online direto ao destinatário e logins em diversos sites com as contas das próprias redes sociais.

Analytics: Traduzido como “Analítico”, é um amplo campo de estudos que utiliza técnicas matemáticas e estatísticas para encontrar um padrão de dados que definirá as melhores estratégias de divulgações para seguir.

B

B2B (Business to Business): Traduzido como “Empresa para Empresa” ou “Negócio para Negócio”, trata-se de um modelo de negócio em que uma empresa vende para outras empresas.

BAU (Business as Usual): Traduzido como “Negócios, como de costume” ou “negócios de sempre”, se refere as operações do dia a dia de uma organização, especificamente o modo como alcança seus objetivos.

Benchmarking: Traduzido como “Avaliação Comparativa”, é o ato de medir métricas e práticas de negócio e compará-las visando entender como e onde mudar para elevar o nível de desempenho.

Big Data: Traduzido como “Grandes Dados”, é um meio de analisar e interpretar um alto volume de dados dentro de uma extensa variedade.

Bitcoin: Traduzido como “Moeda Virtual”, é uma espécie de criptomoeda descentralizada, ou seja, um dinheiro eletrônico que não é intermediada por governos, bancos ou terceiros.

Brainstorm: Traduzido como “Tempestade de Ideias”, é uma dinâmica realizada em grupo projetada para explorar a criatividade da equipe a fim de cumprir objetivos pré-determinados.

Branding: Traduzido como “Gestão de marcas”, diz respeito a um conjunto de estratégias muito bem estruturadas com o objetivo de construir e manter o nome e a imagem de uma marca.

Break-even: Traduzido como “Ponto de Equilíbrio“, é, basicamente, o momento de equilíbrio da empresa, ou seja, quando os custos e despesas estão alinhados à receita.

Briefing: Traduzido como “Resumo”, é uma ferramenta que reúne informações e dados acerca das expectativas e metas de uma campanha ou trabalho.

Budget: Traduzido como “Orçamento”, é o planejamento financeiro de uma empresa, relacionando a estimativa das receitas e despesas.

Business Model: Traduzido como “Modelo de Negócio”, é o modo como uma empresa gera retorno de capital a partir de seus produtos ou serviços.

Business Plan: Traduzido como “Plano de Negócio”, é um documento que contém objetivos, metas, prazos e tudo que envolve desenvolvimento ou abertura de um negócio.

C

Call: Traduzido como “Chamar” ou “Ligar”, é uma alternativa de compra através de uma ação que pode alavancar seu negócio.

Capital de giro: São os recursos financeiros necessários para garantir vida a empresa e manter o empreendimento.

Captação de recursos: É o processo em que uma empresa pede contribuições voluntárias.

Canvas: É uma ferramenta que auxilia na organização visual de ideias acerca de um projeto.

Conversão: É a quantidade de pessoas que passaram por todas as fases da posição de clientes em potencial.

Coworking: Traduzido como “Trabalho Colaborativo”, é um espaço direcionado a trabalho que conta com facilidades como estrutura física, internet, auditório e outros serviços.

CRM (Customer Relationship Management): Traduzido como “Gestão de Relacionamento com o Cliente”, é um método que reúne práticas, estratégias de negócios e tecnologias com o objetivo de levar qualidade ao relacionamento com o cliente.

Crowdfunding: Traduzido como “Financiamento Coletivo”, é o financiamento desenvolvido a partir da colaboração de pessoas que investem recursos.

CTA (Call-To-Action): Traduzido como “Chamar para ação”, é um indicador que sinaliza ao usuário o que deve ser feito. Geralmente está expresso em botões com cores destacadas e explora termos no imperativo, como “clique” ou “acesse”.

Customer Development: Traduzido como “Desenvolvimento do Cliente”, é um método que startups utilizam para definir alinhamento entre produto e mercado. As hipóteses que sustentam esse processo só são validadas após testes e comprovações.

D

Deal Breaker: Traduzido como “Empecilho“, é uma questão que impede que as partes as partes envolvidas aceitem determinado acordo por poder estar relacionado a prejuízo no âmbito pessoal ou profissional.

Drag Along: Traduzido como “Obrigação de Venda Conjunta”, é uma condição que os acionistas majoritários possuem sobre a minoria em casos de venda ou negociação da empresa.

Due Diligence: Traduzido como “Diligência Prévia”, é um processo que relaciona estudo, análise e avaliação acerca de certa sociedade empresária.

Deadline: Traduzido como “Linha de Morte”, é o prazo para entrega de alguma tarefa ou projeto.

E

Early Stage: Traduzido como “Estágio Inicial”, diz respeito a empresas com até três anos atuando no mercado.

Earn-out: Traduzido como “Ganhos”, é o pagamento realizado durante um processo de aquisição de forma a compensar antigos acionistas quanto a lucros futuros.

Elevator Pitch: Traduzido como “Discurso de Elevador”, é uma forma rápida de apresentar um projeto.

E-mail Marketing: É uma estratégia derivada do Marketing Digital que dispara e-mails para um público proveniente de uma rede de contatos.

Escalabilidade: Trata-se do aumento do volume nas atividades de produção de uma empresa sem elevar custos.

E-commerce: Traduzido como “Comércio Eletrônico”, se refere a todo ato de compra e venda realizada com auxílio da internet e equipamento eletrônico.

E-Book: Traduzido como “Livro Digital”, é um texto apresentado de forma eletrônica através de computadores, tablets ou outros dispositivos tecnológicos.

F

Franquia: É uma estratégia que possibilita a atribuição comercial ao uso de uma marca ou patente com direito a distribuição. Basicamente, a rede franqueadora oferece uma parcela do seu negócio ao franqueado.

Funil de vendas: Trata-se de um conjunto de etapas que um cliente em potencial passa até se tornar de fato um cliente, desde o primeiro contato com a empresa até a venda/ pós-venda.

Follow-up: Traduzido como “Acompanhamento”, é o ato de realizar ações após alguma reunião ou apresentação de proposta com o objetivo de encurtar o ciclo de venda ao impulsionar cliente em potencial em sua jornada de compra.

G

Growth Capital: Traduzido como “Capital de Crescimento”, é uma modalidade de investimento realizada em negócios com alto nível de maturidade que estão em fase de crescimento.

Growth Hacking: A tradução tem como base um Marketing orientado a experimentos. É um meio de acelerar o crescimento da empresa a partir da aplicação de estratégias que identificam pontos críticos.

H

Hurdle Rate: Traduzido como “Taxa Mínima de Atratividade”, é uma rentabilidade exigida pelo investidor por conta de poossíveis riscos em determinado projeto.

I

Inbound Marketing: Traduzido como “Marketing de Entrada”, é o ato de promover uma empresa de forma online através de conteúdos que se comunicam de forma direta com o público.

Incubadora: Diz respeito ao apoio oferecido a pequenas ou microempresas no momento de sua criação e/ ou desenvolvimento.

Infográfico: É uma forma de apresentar informações a partir da predominância de elementos visuais apoiadas a textos sintetisados.

Insight: Traduzido como “Discernimento”, é uma espécie de compreensão ou ideia súbita derivada de algum pensamento ou situação.

J

Joint Venture: Traduzido como “Empreendimento Conjunto”, é um acordo comercial entre duas ou mais associações com o objetivo de realizar determinado projeto por um período limitado.

K

KPI (Key Performance Indicator): Traduzido como “Indicador-Chave de Desempenho”, é uma ferramenta que indica valores quantitativos dos processos internos da empresa, permitindo um acompanhamento profundo do desempenho de estratégias.

KR (Key Results): Traduzido como “Resultados Chave”, é uma maneira formal de definir o caminho a ser seguido para atingir objetivos.

L

Lead: Traduzido como “Liderar”, é qualquer contato que seja um potencial cliente da sua empresa.

Lean Startup: Traduzido como “Startup Enxuta”, é uma metodologia que guia empreendedores na criação e gestão de startups. Dentro desse processo, é ensinado a criar produtos a partir do desejo dos clientes para uma expansão acelerada.

Love Money: Traduzido como “Dinheiro do Amor”, é o ato de recorrer à família ou amigos para um aporte de capital.

M

Marketing Digital: É um conjunto de tarefas que uma pessoa ou empresa realizam de modo online com o intuito de atrair novos negócios, captar clientes e criar relacionamentos.

Marketing de Conteúdo: É uma forma de atrair o público por meio da criação de conteúdos como textos, e-books, vídeos e posts em redes sociais.

Meet: Traduzido como “Reunião”, é uma plataforma de videoconferências especifica para reuniões de trabalho e compartilhamentos.

MEI (Microempreendedor Individual): É um modelo empresarial básico com o limite de faturamento anual de R$ 81 mil que regulamenta o trabalho de pessoas autônomas.

Métricas: É uma forma de orientação que estabelece medidas e avalia resultados de ações promovidas por empresas.

Mentor: É a pessoa que oferece suporte a aprendizes de modo a estimular a potencialização de sua performance e incentivar o gerenciamento de conhecimento.

N

Networking: Traduzido como “Rede de Contatos”, é uma forma de trabalhar suas redes de contatos de modo a construir relações no ramo profissional.

Newsletter: Traduzido como “Boletim de Notícias”, é um boletim informativo enviado via e-mail para uma lista de contatos com o objetivo de divulgar novidades sobre serviços.

O

Open Source: Traduzido como “Código Aberto”, diz respeito aos programas que não exigem custos para utilização, geralmente trata-se de softwares que apresentam produtos de grandes corporações.

P

Patente: É um documento que reconhece o autor de determinada invenção como detentor de todos os direitos da propriedade.

Persona: É um personagem com comportamentos reais desenvolvido através de pesquisas que representa os clientes de uma empresa. É de extrema importância para orientar a criação de conteúdos.

Palavra-chave: É um instrumento de pesquisa, ou seja, a forma como o usuário digita nas áreas de buscas.

Pitch: Traduzido como “Tom”, é uma apresentação que dura entre 3 e 5 minutos com informações essenciais que visa despertar o interesse de investidores ou clientes pelos diferenciais da sua empresa.

Podcast: Se refere a programas de áudio que podem apresentar conteúdos de interesses populares, como empreendedorismo.

R

ROI (Return Over Investment): Traduzido como “Retorno Sobre o Investimento”, é um indicador utilizado para analisar o resultado financeiro de um investimento realizado.

Royalties: Traduzido como “Regalia” ou “Privilégio”, é a quantia paga por uma pessoa a um proprietário pelo direito de uso, comercialização e exploração de determinado bem.

S

SEO (Serach Engine Optimization): Traduzido como “Otimização para Mecanismos de Busca”, é um conjunto de técnicas de otimizações que buscam gerar tráfego e aumentar os acessos de páginas da web em geral.

Spin-off: Traduzido como “Derivação”, diz respeito a uma empresa independente que nasceu de outra, uma espécie de empresa-mãe, de modo a atribuir mais inovação ao negócio.

Stakeholders: Traduzido como “Parte Interessada”, são as pessoas impactadas pelas ações promovidas pelas empresas.

Startup: Traduzido como “Comece”, é o termo dado a novas empresas que surgem em um cenário de risco – mas que geralmente se tornam referências – que oferecem produtos inovadores.

T

Taxa de rejeição: É uma métrica que sinaliza a porcentagem de pessoas que acessaram seu site, como blogs ou landing pages, e saíram sem realizar nenhuma ação, ou seja, não clicaram em links e não navegaram entre as páginas.

Taxa de conversão: Ao contrário da taxa de rejeição, é uma métrica que indica a quantidade de pessoas que passaram da etapa inicial e de visitantes se tornaram leads ou até mesmo clientes.

U

UI (User Interface): Traduzido como “Interface do Usuário”, UI é a parte tangível do site, ou seja, uma ferramenta que se dedica a construção visual com o objetivo de melhorar a interação entre usuário e plataforma.

UX (User Experience): Traduzido como “Experiência do Usuário”, é a parte intangível do site, ou seja, atua identificando pontos que fazem ou podem fazer uma boa experiência com a marca.

UX Writing: É uma área de “Experiência do Usuário” que se dedica a direcionar conteúdos textuais de forma otimizada para o usuário.

V

Valuation: Traduzido como “Avaliação de Empresas”, o termo se refere ao estudo da posição que a empresa ocupa no mercado, calculando o valor real da marca e o retorno de investimento em suas ações.

Validação: É uma fase em que a ideia de negócio é colocada em teste.

W

Webinar: É um seminário online em vídeo – gravado ou ao vivo – com o objetivo de levar à público um pouco do conhecimento de determinado tema. Dentre as plataformas especialistas nessa realização, são as principais: Youtube Live, WebinarJam e GoToWebinar.

Etiquetas

Maryene Oliveira

Apaixonada pelo mundo da comunicação, uma futura radialista movida por dança, literatura, desafios e ideias mirabolantes.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar