Ideias para negócios

4 formas de utilizar os Catálogos de Produtos

Peças gráficas ainda são as “meninas dos olhos” da publicidade efetiva. Não importa em qual área de negócio sua empresa está envolvida: ela precisa vender algum produto ou serviço e, para isso, precisa divulgá-lo. Uma das formas mais tradicionais e efetivas de divulgações impressas é justamente o catálogo de produtos. Mas afinal, o que é e para que serve esta peça gráfica?

Fomas de utilizar dos catálogos de produtos

O que é e para o que serve um catálogo de produtos?

Catálogos de produtos, como o próprio nome diz, são peças gráficas que têm a função de apresentar informações acerca de produtos que uma empresa oferece para um público em específico.

Os tipos mais comuns de catálogos que conhecemos são aqueles distribuídos em lojas de cosméticos e de roupas. São aquelas peças nas quais encontramos fotos de produtos dispostas em uma página em branco com seus respectivos preços e informações mais importantes. Eles são muito eficientes – afinal, são uma tática já consagrada de marketing -, mas a questão é que muitas vezes são mal aproveitados ou inovam pouco em sua composição.

Pensando nisso, decidimos fazer um post com 4 novas formas de utilizar um catálogo de produtos que irá impressionar seu público. Ficou curioso? Então continue a leitura!

1. Apresentação corporativa

Apresentar sua empresa, produto ou serviço de forma profissional sem necessariamente ir ao encontro do cliente é uma tarefa difícil. Mas você já pensou em desenvolver um catálogo com informações introdutórias sobre seu negócio, abordando os tipos de serviços oferecidos por sua empresa e os benefícios que seus clientes terão caso a contratem? Assim você consegue transformar um catálogo monótono de produtos em uma excelente apresentação corporativa.

2. Apresentação para investidores

No ambiente empresarial, é comum reuniões com possíveis investidores principalmente nos cenários das micro e pequenas empresas. Mas não basta apenas a conversa formal e uma apresentação feita em powerpoint para convencer quem estará na sua frente de que investir em seu negócio é a coisa certa. Por isso, substituir as tradicionais imagens de produtos de um catálogo e, no lugar delas, inserir gráficos e índices que apontem o crescimento de sua empresa e de suas vendas, por exemplo, pode surtir bastante efeito. Estatísticas e números não podem faltar, mas lembre-se sempre de contextualizá-los.

3. Apresentação publicitária temática

Um catálogo não deve apenas apresentar os produtos oferecidos por sua empresa. Inove e você consequentemente chamará a atenção de seu público. Se sua empresa atua na área tecnológica, por exemplo, uma ideia seria fazer um catálogo pensado como se as páginas da peça fossem páginas da internet. Com um design planejado, seu catálogo poderia conter elementos gráficos que remetessem ao mundo virtual, ao mesmo tempo que apresentaria seus produtos. Seus clientes se divertirão lendo a peça e, simultaneamente, ficarão cientes das informações e preços dos seus serviços.

4. Apresentação de sua nova coleção

Se sua empresa é do ramo têxtil ou trabalha com moda, uma ideia é fazer um ensaio fotográfico temático para apresentar sua nova coleção e utilizar um catálogo como plataforma para mostrar suas peças ao público. Não importa se as fotos foram tiradas na praia ou nas montanhas, o que interessa aqui é contextualizar seus produtos e vestí-los em personagens de verdade. A maioria dos catálogos de lojas de roupas simplesmente apresenta seus produtos em um fundo branco e se dão por satisfeitas. Caso você queira atrair a atenção de seu pública, nunca se dê por satisfeita!

A meta de qualquer campanha de marketing bem sucedida – e aqui incluímos os catálogos de produtos – é conseguir levar seu público-alvo a ação (independente de quem seja ou de qual ação está em jogo). Por isso, antes de iniciar um projeto de catálogos, é necessário formular um plano de ação com objetivo central bem definido (atrair investidores, por exemplo). Em seguida, concentre-se em esclarecer este propósito para o seu público e, só assim, comece a produção de seu catálogo.

Gostou do assunto? Aproveite e leia também nosso post sobre a diferença entre catálogos e brochuras para, quem sabe, você se inspirar e ter outras ideias para as peças gráficas de sua empresa. Aproveite e deixe suas impressões nos comentários abaixo e compartilhe este conteúdo nas redes sociais!

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar