Novidades

5 queridinhos do Oscar 2021 para assistir no fim de semana

Famoso Tapete Vermelho de Hollywood | Imagem: iStock

A cerimônia do Oscar 2021 acontece neste domingo (25) e será transmitida pela TNT a partir das 20h. A 93ª edição do prêmio homenageará os melhores filmes lançados entre 1 de janeiro de 2020 e 28 de fevereiro de 2021. Já em clima de tapete vermelho, trouxemos algumas dicas entre os filmes indicados para você aproveitar o fim de semana!

5 aclamados pela crítica

Mank

Mank foi o filme que mais recebeu indicações ao Oscar 2021. Disponível na Netflix, o longa foi foi dirigido e produzido por David Fincher, que se dizia cansado dos clichês atuais de Hollywood e resolveu inovar com um filme em preto e branco, ambientado na década de 30 e baseado na vida de Herman J. Mankiewicz, co-roteirista de Cidadão Kane (1941) – considerado um dos melhores filmes do cinema.

Aclamado pela crítica, Mank é uma das grandes apostas da premiação e tem um lugar especial no coração do diretor, já que foi escrito pelo seu pai, o jornalista Jack Fincher.

Meu pai

Com seis indicações ao Oscar 2021, “Meu pai” é baseado em uma premiada peça, escrita pelo francês Florian Zeller. O filme está disponível em plataformas digitais como Now, Apple TV ou Google Play e conta a história de Anthony, um idoso diagnosticado com problemas mentais, que não aceita a doença e os cuidados da sua filha, Anne. Ela, por sua vez, se esforça ao máximo para enfrentar a nova realidade do pai, enquanto tenta lidar com a própria vida. 

Quando Anne precisa se mudar para Paris, entretanto, o pai passa a sofrer mais com a própria mente e a memória, duvidando de todos ao seu redor. O drama traz a dura realidade do quanto uma doença pode interferir nas relações familiares.

Nomadland

Também com seis indicações, Nomadland foi dirigido pela chinesa Chloé Zhao, que venceu o prêmio do Sindicato dos Diretores de Hollywood, o Globo de Ouro e o Bafta de melhor direção.  Com a data de estreia nos cinemas adiada, o filme está disponível ao público na plataforma Hulu.

A ficção tem um toque de documentário e é baseada no livro-reportagem “Nomadland: Surviving America in the Twenty-First Century”, da jornalista americana Jessica Bruder.  Nomadland mostra a vida de pessoas sem casa, que vagam em vans nas estradas dos Estados Unidos e se sustentam com empregos temporários, especialmente após a crise de 2008.

A protagonista, interpretada por Frances McDormand, sofre um resultado extremo da recessão, vivendo em uma cidade-fantasma. Sem família e sem casa, decide sair do local com o suficiente para sobreviver em uma van e arrumar empregos temporários, por muitas vezes precários. Durante esse percurso, ela conhece outros nômades que vivem em situações parecidas.

O som do silêncio

Dirigido pelo norte-americano Darius Marder, O som do silêncio conta o drama do baterista Ruben Stone, um ex-viciado em drogas que precisa lidar com um processo de surdez inesperada. Integrante de um grupo de heavy metal, Ruben se depara com suas duas paixões em jogo: a música e sua namorada, vocalista da banda.  Marcado por uma uma vida cheia de excessos, principalmente quando o assunto é heroína e som alto, o protagonista acaba lidando com as consequências de suas escolhas e com um angustiante silêncio, que aumenta a cada dia. 

O filme agradou a crítica por trazer uma narrativa rara à cultura dos surdos e deixar de lado o discurso de superação, ao mostrar um protagonista vivendo um difícil processo de aceitação e adequação da nova realidade. Com seis indicações ao Oscar 2021, O som do silêncio está disponível na Amazon Prime Vídeo.

Soul

Para os fãs de animação, Soul é uma ótima dica! Lançado em dezembro de 2020, o filme concorre ao prêmio de Melhor Animação e está disponível no Disney+. Dirigido por  Pete Docter e Kemp Powers, o filme é a primeira animação da Pixar com foco em um público adulto e conta a história de Joe, um professor de música com mais de quarenta anos que percebe que deixou de viver o grande sonho de tocar jazz profissionalmente. Quando ele finalmente consegue uma oportunidade, cai em um bueiro e acaba no “Além”. Sua alma, no entanto, não está pronta para a passagem. A partir daí, ele começa uma luta divertida em busca da vida.

Sensível e emocionante, Soul é um filme que fala muito sobre o sentido da vida, mesmo sem embarcar em religião alguma. A não-tradução do título do filme para o português também é uma curiosidade e faz referência não só às “almas” do filme, mas à sua trilha sonora.

Destaques do Oscar 2021

Jennifer Lopez And The Oscar Goes To GIF by The Academy Awards - Find & Share on GIPHY
E o Oscar vai para… | Imagem: via GIPHY

O Oscar 2021 já é considerado por muitos como histórico e é um marco quando o assunto é diversidade. A premiação que já foi criticada por indicar apenas artistas brancos, dessa vez trouxe destaque a atores e produtores negros.

Além disso, é a primeira vez em 93 edições que duas mulheres concorrem a Melhor Direção. Um outro destaque são os produtores  Shaka King, Charles D. King e Ryan Coogler, do filme Judas e o Messias Negro, que caso vençam, serão a primeira equipe de produção negra a conquistar a estatueta de Melhor Filme. E, por fim, vale ressaltar a indicação de Riz Ahmed, um ator muçulmano que concorre como Melhor Ator por O Som do Silêncio.

Até domingo!

Acompanhe esse grande evento | Imagem: iStock

Agora, com uma série de dicas e informações sobre a maior premiação do cinema, você já está pronto para acompanhar todo o evento no domingo. Pegue seu balde de pipoca e aproveite!

Etiquetas

Isabela Gomes

Jornalista inquieta, apaixonada por histórias, fã de Sherlock Holmes e, nas horas vagas, escreve umas crônicas sobre os detalhes da vida.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar