Novidades

Como configurar o Preto no CMYK para impressão

Na hora de imprimir um material na cor preto, A composição da cor no processo CMYK depende muito do seu objetivo. Devido a possibilidade de pequenos erros de registro é aconselhável que se use preto puro (K100) para fontes, linhas e pequenas áreas.

Porém, o preto sozinho não é capaz de dar uma cobertura perfeita no papel. Por isso, para áreas grandes e fundos é indicado usar o preto composto, ou rico (C30 M10 Y10 K100). Dessa forma, a cor fica mais encorpada e, caso haja erro de registro, não será facilmente perceptível.

Em termos técnicos, no segundo caso isso significa não utilizar C100M100Y100K100 – esta carga de tinta excede o limite de absorção da maioria dos papéis, já que a carga máxima mais comum é de 320%. Ainda em termos técnicos, em geral a melhor fórmula da impressão na cor preta é a C75M68Y67K90.

LEIA MAIS

Por que há variação de cor nos materiais?

Passo a Passo para criar e imprimir os seus materiais gráficos [e-Book]

Outro problema que pode ocorrer na impressão do material na cor preta é sua aplicação em degradê ou com sombras, já que na transição entre as cores ele pode ficar opaco. Neste caso, uma boa sugestão é “criar uma base” para o preto com a mesma porcentagem da cor do lado oposto. Exemplo: se o degradê vai do preto (K100) para o verde (C100Y100), o correto é utilizar a fórmula C100Y100K100 para o preto.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Ficou com dúvidas? Conte com nossos designers para montar sua arte e te ajudar com questões técnicas!

Julia Viana

Editora do Blog da Printi, uma jornalista que encarou um novo papel para falar de mundo gráfico e inovação - sem nunca deixar a criatividade e os assuntos mais comentados do momento de lado.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar