DesignNovidades

Cópia, inspiração ou “tudo é remix”? [Eu vi num filme] #1

Seja original | Imagem: iStock

Já parou para refletir sobre o quanto os filmes podem passar mensagens impactantes? Não estamos falando exclusivamente daqueles filmes que são exibidos no cinema, mas também de produções audiovisuais em geral como documentários, curtas-metragens, videoclipes e séries. Pois bem, pensando nisso, o Blog da Printi apresenta sua mais nova série: “Eu vi num filme”. Aqui, traremos obras variadas que te farão desenvolver novas percepções acerca de temas voltados ao universo da criação.

Protagonizando o primeiro episódio, vamos falar da websérie “Everything is a remix” – em português “Tudo é remix” – de Kirby Ferguson. Além de conhecer uma definição diferente para originalidade, você também vai entender de que forma essa técnica está inserida em nosso próprio dia a dia.

O que é remix?

DJ produzindo remix | Imagem: iStock

Para começar a entender a lição que se pode tirar da websérie “Tudo é remix”, eis a pergunta: afinal, o que é remix? A palavra cognata se refere ao ato de transformar uma obra já existente em outra a partir de algumas alterações. Vamos levar para o lado prático. Na última festa que você foi antes da Pandemia de Covid-19, o DJ colocou uma música bem popular para tocar, mas acrescentou umas batidas e alguns efeitos que acabaram dando um toque diferenciado na canção. Isso significa que ele criou uma nova versão de algo que já existia, ou seja, fez um remix.

Do que fala a obra

“Na Natureza, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”.

Antoine-Laurent de Lavoisier
Tudo é remix | Imagem: iStock

O princípio de transformação desenvolvido pelo químico Lavoisier em meados de 1777 é o mesmo conceito que usamos atualmente em nossos processos criativos, quando na verdade uma coisa deriva de outra. Ou seja, o ato de criar acaba sendo um equilíbrio entre o individual e o coletivo – talvez uma cópia -, como uma combinação de elementos que terão um novo formato. Dessa forma, o filme “Tudo é remix” nos leva a questionar as extensões que fogem dos nossos olhos, mas que estão sempre ali.

A websérie é introduzida com a associação entre o remix e a música, logo desdobrando assuntos que retomam a tese do autor com foco em falar sobre copiar, combinar e transformar. A banda de Rock Clássico Led Zeppelin é citada como um grande exemplo pelo narrador, já que segundo Kirby, os compositores Jimmy Page e Robert Plant se inspiravam em músicas de décadas anteriores mas não chegavam a deter os direitos sobre as canções pois não modificavam a melodia tanto quanto seria necessário para chamar de suas.

O fato é que, de uma forma ou de outra, tudo está conectado a algo que já existe. É por isso que foram estabelecidas leis que legitimam qualquer ideia, produto e serviço desenvolvidos e os relacionam aos seus devidos criadores, essa ação é conhecida como propriedades intelectuais.

Propriedades intelectuais

Patente registro | Imagem: iStock

As chamadas propriedades intelectuais se referem a proteção legal da autoria de obras, como por exemplo invenções, marcas e criações que partiram de determinada pessoa. Sendo assim, o objetivo é claro: garantir reconhecimento ao autor de modo que lhe possibilite receber todos os créditos do próprio trabalho. Então, fica a cargo da legislação defender a causa e aplicar punições ao descumprimento das Leis derivadas, com destaque para duas:

  • Lei de Direitos Autorais (1998) – Garante a aprovação do autor da obra antes de qualquer veiculação.
  • Lei das Patentes (1996)“Esta Lei regula direitos e obrigações relativos à propriedade industrial”.

Moral da história

Globos de festas | Imagem: iStock

A imaginação é a base para a formulação de ideias, no entanto, a troca de informações e experiências são também responsáveis por construírem grandes obras. Imagine globos de festas – aqueles compostos por luzes e espelhos – desenvolvido por um designer. Agora pense que para cada parte desse elemento decorativo foram utilizados itens já moldados por pessoas que exploraram as possibilidades. Começamos definindo o que é remix e finalizamos com uma reflexão: o que é ser original?

“Vivemos numa época com problemas assustadores. Precisamos das melhores ideias possíveis, precisamos delas agora, e que se espalhem rapidamente. O bem comum é um meme que foi esmagado pela propriedade intelectual. É necessário espalhá-lo novamente. Se este meme prosperar, as nossas leis, os nossos padrões, a nossa sociedade, todos eles se transformarão. Isso é evolução social, e não depende de governos, corporações ou advogados. Depende de nós.”

Kirby Ferguson

Etiquetas

Maryene Oliveira

Apaixonada pelo mundo da comunicação, uma futura radialista movida por dança, literatura, desafios e ideias mirabolantes.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar