Novidades

Dia dos Avós: 5 coisas que toda casa de vó tem

Dia dos Avós | Imagem: Shutterstock

Em 26 de julho comemora-se o Dia dos Avós, aquelas pessoas que desde sempre se dedicam a manter os netos seguros e muito amados. E que tal aproveitar a data para revistar a aconchegante casa de vó? Essa viagem nostálgica vai despertar sua memória afetiva, ativar lembranças e, claro, te fazer recordar as sensações que só esse lugar é capaz de conceder. Prepare-se para conhecer as raízes da efeméride e se emocionar com 5 coisas que toda casa de vó tem.

As raízes

São Joaquim e Santa Ana | Imagem: Reprodução/ Canção Nova

O Dia dos Avós, também conhecido como o Dia da Vovó, foi sancionado no século XX pelo Papa Paulo VI. A celebração acontece em 26 de julho como forma de homenagear Santa Ana e São Joaquim, avós de Jesus Cristo, considerados santos pelo Papa Gregório VIII em 1584 pela vida casta e, claro, pela dedicação ao neto.

Preceitos bíblicos afirmam que Ana e Joaquim não podiam ter filhos, até que durante o cumprimento de penitências no deserto em busca da graça de gerar um ser, o homem recebeu a benção de um anjo que o enviou de volta para casa garantindo que suas preces seriam atendidas. Pouco tempo depois, nascia Maria, mãe de Jesus.

Momento nostalgia

Quadro com moldura

O amor em um quadro | Imagem: Printi

Uma exposição ou só a sala de casa? É como se virar avós fosse como virar a chave para o mundo dos quadros. Cada momento é cuidadosamente enquadrado, afinal quadros são formas de pausar o tempo em um instante que jamais poderá ser tirado de deles. E como os avós nunca se cansam dessas obras de arte, você pode presenteá-los com um quadro ou tela personalizada do Decora Printi.

Caneca

Caneca personalizada | Imagem: Printi

Toma um chazinho que passa! Existe frase mais cara de vó do que essa? E não é à toa. Caneca com café quentinho, chá, chocolate ou leite quente é tão reconfortante quanto um abraço de vó – melhor que isso, só se for feito pelas mãos dela. Sem dúvidas, muitas memórias surgem a partir de um pequeno item super comum, mas aqui na Printi você pode criar sua própria caneca personalizada e estampar seu amor.

Crochê

O enfeite preferido das avós | Imagem: Shutterstock

Não é que toda avó saiba fazer crochê, mas é um elemento decorativo tão presente em casa que quase que um não existe sem o outro. Claro que também devemos levar em consideração o quanto o artesanato era extremamente valorizado anos atrás, quando a tecnologia ainda não tinha o alcance que tem hoje. Capa de botijão de gás, liquidificador, espremedor de laranja, filtro, tampa de vaso, tapete, casaco, sapatinhos… Não tem como não vir milhões de lembranças em mente.

Filtro de barro

Filtro de barro é um clássico | Imagem: Reprodução/ UOL – Bia Nunes

E a saudade do sabor da pureza da água que só o filtro de barro tem? Inclusive, essa obra dos deuses foi criada no Brasil por volta do século XIX. Na época, era o que fazia com as pessoas bebessem água potável e limpinha – isso sim é a oitava maravilha do mundo. Sempre coberto com uma capa de crochê, como você bem deve lembrar, é impossível se desfazer desse clássico que oferece inúmeros benefícios – e faz bem pra vista.

Plantas

Sempre tem um lugar para mais um vaso de planta | Imagem: Shutterstock

Não tem como, casa de vó não é casa de vó sem plantas. Dentro dos cômodos ou no jardim, não faltam vasos com Margaridas, Samambaias, Espadas de São Jorge, Copos de Leite, Hortelãs e por aí vai. Mas, além do ar natural que elas podem trazer, também são responsáveis por muitos momentos de troca de amor, né?

Poemas de Dulce

Um grande símbolo de amor, conforto e fotaleza, os avós são pessoas a quem temos muito carinho, sentimento que transcende qualquer explicação lógica. É quase que impossível medir o quanto esse contato é importante para o crescimento dos netos, tanto de forma física quanto mental. Tem como não amar deitar num colo quentinho no domingo à tarde e ouvir as aventuras mais incríveis que eles viveram?

Pois bem. Como você deve imaginar, muitas histórias passam por aqui e ficamos muito felizes em fazer parte de cada uma delas. Especialmente hoje, decidimos relembrar uma história muito especial para nós. No ano passado, o Lucas H.S. Oliveira publicou um livro com um compilado de poesias escritas pela avó, dona Dulce Alves de Oliveira. Impresso na Printi, o “Poemas de Dulce” eterniza, em 152 páginas, cantigas e poemas escritos entre os anos de 1934 e 2020, além de um romance que traz detalhes da vida da escritora.

Saiba detalhes da história na matéria produzida pelo site O Tempo: Neto publica livro para eternizar poesia perdida da avó.

Etiquetas

Maryene Oliveira

Apaixonada pelo mundo da comunicação, uma futura radialista movida por dança, literatura, desafios e ideias mirabolantes.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar