O que é PDF/X1a?

Durante a última década, houve um crescimento significativo no uso de PDF para a transferência de arquivos gráficos, artes de conteúdo entre sites e entre as empresas, tornando claro que este formato de arquivo é bastante flexível e permite transferência de artes robustas de pré-impressão.

Uma família de normas internacionais, portanto, foi desenvolvida para definir restrições sobre o conteúdo e utilização de arquivos em PDF para fazer uma impressão mais previsível. Esses padrões são chamados coletivamente de PDF / X, cada um com um sufixo para diferenciar as especificações de acordo com as necessidades de mercado. Cada um é publicado em uma parte da norma internacional ISO 15930, que já se consolidou na Europa e nos Estados Unidos como formato mais utilizado na troca de arquivos para impressão, em fluxos de trabalho com suporte a gerenciamento de cores.

Formato utilizado na troca de arquivos para impressão

A sigla “PDF” significa Portable Document Format ou, em português, formato de documento portátil. PDF/X-1a é projetado para tornar arquivos pesados em mais leves fazendo com que a entrega seja mais rápida e segura. Isso requer que a cor de todos os objetos sejam impressos em CMYK ou local. Elementos em RGB e espaços de cor Lab ou marcados com perfis ICC não são recomendados para impressão. Ele também exige que todas as fontes usadas no trabalho sejam incorporadas no arquivo e não permite o uso de transparência e camadas.

Uma comparação interessante é imaginar que o PDF é uma mala de viagens. Você terá que decidir o que e quantas coisas terá que colocar na mala (arquivo), de forma que tudo que está contido nesta “mala” será necessário utilizar no destino final. Da mesma forma, tudo que é desnecessário ficará para fora (economizando no tamanho do arquivo).

O arquivo em PDF como uma mala de viagens

Para arquivos que serão impressos, fechá-lo em PDF/X-1a é a melhor opção, garantindo que o arquivo fique livre de erros, poupando tempo e dinheiro. Você pode criar seus arquivos em programas como Adobe Creative Suite: llustrator, InDesign, Photoshop ou Corel Draw.

Existem muitas ferramentas e truque para ajustar e controlar a impressão de arquivos em PDF para offset, por exemplo. Ao utilizar este fluxo, eliminamos problemas como substituição de fontes, imagens ausentes e demais alterações acidentais que podem ocorrer na reabertura ou edição de documentos de raiz.