Ideias para negóciosSobre a Printi

Printi faz parceria com Abinfer para doação de equipamentos de proteção

Em meio a pandemia, a demanda por equipamentos de proteção contra o novo coronavírus tem aumentado todos os dias, principalmente entre os profissionais de saúde. Engajados pela causa social, a Printi fez parceria com a Abinfer (Associação Brasileira da Indústria de Ferramentais) para doação de equipamentos de proteção – máscaras do tipo “face shield” – para hospitais de todo o Brasil. A iniciativa conta também com indústrias de diversos segmentos e entidades acadêmicas do estado de São Paulo.

doação de máscaras face shield em Barueri
Máscara doadas a UBS do Jardim Mutinga em Barueri – SP | Imagem: Printi

260 mil máscaras

Até agora, já foram produzidas e doadas mais de 260 mil máscaras para hospitais e unidades de saúde. A meta é chegar à confecção de 1 milhão de peças que serão doadas para estados como São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Goiás e Amazonas. A Printi, como participante das ações, promete aumentar em 10 vezes a produção por meio do corte das placas de PVC utilizadas na fabricação.

“São produzidas cerca de 10 mil máscaras por dia e a participação das empresas e universidades neste movimento é muito importante para que o objetivo seja alcançado e, os profissionais da saúde de todo o País, protegidos”, conta Christian Dihlmann, presidente da ABINFER. “O grupo também está arrecadando doações de materiais que servem de matéria-prima para a produção das máscaras, como o próprio PVC”, completa.

Máscaras de proteção modelo face shield
Máscaras de proteção modelo face shield. (Imagem Ilustrativa)

Parceria

Cada parceiro tem uma função crucial na fabricação, pois o processo produtivo das face shields está dividido entre eles. A Usifer é responsável pelo molde, enquanto Panosonic, Teknia e Pecval fornecem a resina. A Poloni cuida da injeção, ao mesmo tempo em que JVS, Unimaq, FEI e UniVap produzem as chapas transparentes. O corte das chapas fica por conta da Printi, da Universidade do Vale do Paraíba (UniVap) e do Centro Universitário FEI. Os elásticos vêm da Genec e da Emax e por fim as embalagens que são da Comfitas, Slotter e Tarzia. 

Famílias do Vale do Paraíba, região que contempla cidades do interior de SP, como Jacareí, São José dos Campos e Taubaté, também têm contribuído na montagem das máscaras.

Etiquetas

Julia Viana

Editora do Blog da Printi, uma jornalista que encarou um novo papel para falar de mundo gráfico e inovação - sem nunca deixar a criatividade e os assuntos mais comentados do momento de lado.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar