Novidades

Tudo o que você precisa saber sobre impressão 3D

Se você queria saber sobre impressão em três dimensões, chegou o seu momento! Hoje vamos falar tudo que você precisa saber sobre Impressão 3D! Esse tipo de fabricação está cada vez mais presente no mercado porque conseguimos fazer quase tudo com esse método. A fabricação digital, como também é conhecida, está mudando nossa relação com materiais em diversas esferas: é possível fabricar próteses, replicar órgãos, montar modelos de engenharia, criar peças de decoração, alimentos (como barras de chocolate!) e etc.

Como funciona a impressão 3D?

A tecnologia não é uma supernovidade, mas muita gente ainda tem dúvidas sobre como funciona. Basicamente a ferramenta serve para fazer objetos tridimensionais por meio de um arquivo digital em um processo chamado de modelagem por acumulação. Podemos fazer analogia com um cortador de frios: uma máquina que corta camadas muito finas em duas dimensões e forma algo em 3D.

 

Benefícios da impressora 3D

Imprimir em 3D tem diversos benefícios, começando pela personalização. É rápido e prático customizar produtos com uma impressora 3D. Justamente a prototipagem rápida é uma das maiores vantagens. Pense que antes da impressora 3D, era preciso produzir manualmente uma peça para fazer um molde a partir dela para então reproduzir o material! Um processo extremamente trabalhoso e caro.

Além disso, essa tecnologia permite criar objetos únicos, elimina perdas de material, otimiza processos e é extremamente versátil, porque se encaixa em diversas aplicações.

Modelos e materiais para impressão 3D

Agora entrando na parte mais técnica das impressoras 3D, primeiro vamos dizer que se você se interessa em fazer projetos desse tipo, existem diversos softwares disponíveis – inclusive alguns gratuitos. Aí você precisa ter conhecimentos de design e até de modelagem. Mas existem projetos prontos disponíveis para quem quer fazer apenas o download e partir para a parte prática. O segundo passo é entender um pouco dos modelos e materiais possíveis para suas impressões.
O modelo FDM (Fusão por Deposição de Material), de aquecimento do filamento até a fusão, é o mais utilizado e conhecido. Mas há outros, como SLA (Stereolithography), DLP (Digital Light Processing), SLS (Sinterização Seletiva por Laser), entre outros.

Em relação aos materiais, também existem diversos que podem ser usados em impressoras 3D . No entanto, os dois mais comuns são o ABS (utilizado em modelos de máquinas mais acessíveis ao público geral) e o PLA (material biodegradável que tende a formar objetos mais resistentes).

 

LEIA MAIS

O que é Letterpress: conheça esse tipo de impressão

Como configurar o Preto no CMYK para impressão

Design sprint: conheça essa e outras metodologias ágeis

 

Polêmica das armas de fogo impressas em 3D

Se a impressora 3D é tão revolucionária e útil em tantos esferas, provavelmente não tem nada que deponha contra o uso dessas máquinas, certo? Errado. A tecnologia, responsável por tantos avanços, ainda tem questões em discussão. Uma delas é a questão das armas de fogo impressas em 3D.
No final de junho de 2018, um acordo judicial feito com o Departamento de Estado dos Estados Unidos, com aval do presidente Donald Trump, determinou que as armas poderiam ser impressas no país (desde que um pino de metal seja adicionado para poder ser captada por detectores de metal) – decisão que gerou protestos e ainda é fonte de discussões. A fabricação de armas em impressoras 3D foi liberada mesmo assim nos EUA, mas no Brasil, país onde mais se mata por arma de fogo no mundo de acordo com a Organização Mundial da Saúde, a impressão de armas é crime.

 

 

 

Etiquetas

Julia Viana

Editora do Blog da Printi, uma jornalista que encarou um novo papel para falar de mundo gráfico e inovação - sem nunca deixar a criatividade e os assuntos mais comentados do momento de lado.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar