Ideias para negócios

Marketing sensorial: como colocar essa estratégia em prática?

Conheça o Marketing Sensorial | Imagem: Shutterstock

Você já ouviu falar em Marketing Sensorial? Essa técnica se utiliza dos 5 sentidos – tato, olfato, paladar, visão e audição – para conquistar o público. Isso mesmo! Além de ser uma forma de aumentar a qualidade dos seus produtos, é uma grande oportunidade para você aperfeiçoar as vendas. Mas, afinal, como colocar essa estratégia em prática? Em uma entrevista para o Blog da Printi, a Ellen Pretel, nossa Gerente de Branding & Comunicação, explicou detalhes. Confira!

O que é Marketing Sensorial?

O Marketing Sensorial, como um derivado de ações criativas, tem a função de estimular os cinco sentidos dos seres humanos a fim de despertar uma certa necessidade de compra, ao ponto em que a empresa também oferece uma experiência diferenciada. Nada melhor do que ver na prática, certo? Veja a seguir como cada um atua e impacta na tomada de decisão.

Tato

Tato | Imagem: Shutterstock

Já percebeu o quanto o consumidor tem necessidade de sentir o produto? Não importa se você fez uma boa apresentação ou se a descrição está perfeita, ele sempre usará suporte do tato, pois é uma forma de entender as possíveis texturas e nível de qualidade – e é esse contato que pode ser definitivo para uma venda.

Olfato

Olfato | Imagem: Shutterstock

O olfato é o sentido que alcança a mente do cliente. O cheiro tem o poder de associar lugares, momentos, pessoas. No caso de Ponto de Venda, é interessante que as unidades possuam o mesmo aroma, o que permitirá uma ligação direta à sua empresa.

Paladar

Paladar | Imagem: Shutterstock

Você não caiu nessa de que o paladar é exclusivo de empresas alimentícias, né? Na verdade, explorar esse sentido está associado ao bem-estar dos seus clientes. Servir um suco, chá, café, água ou biscoitos é um meio de tornar o clima mais leve – e um convite para que o consumidor volte a adquirir seus produtos e serviços.

Visão

Visão | Imagem: Shutterstock

Apesar das pessoas costumarem associar a visão a propaganda, aqui estamos falando de identidade visual. Uma boa combinação de tons, fontes e elementos pode agir no imaginário do consumidor de modo que ele possa lembrar exclusivamente da sua marca. Invista em conhecimentos como psicologia das cores, paleta de cores e design em geral.

Audição

Audição | Imagem: Shutterstock

De acordo com um estudo promovido pela Heartbeats International, 35% das pessoas ficam mais tempo em uma loja quando curtem a trilha sonora, enquanto 31% voltam a fazer novas compras. De fato, a música é um elemento de grande impacto ao emocional, capaz de despertar inúmeros sentimentos e variação de humor. Quem não gosta de agradar a audição, não é mesmo?

Para saber mais sobre Marketing Sensorial acesse o blog Rock Content.

Experiência sensível

Unboxing experience | Imagem: Shutterstock

Com o aumento da competição de mercado, as empresas estão em busca de formas diferenciadas para alcançar o público. Não à toa, o unboxing experience está em alta, uma técnica que desenvolve e fortalece o vínculo entre ambas as partes, resultando na tão sonhada fidelização de clientes. Mas, o que a maioria das pessoas não percebem é que o segredo está nos detalhes, como relata Ellen. “Apesar de estarmos em um mundo cada vez mais conectado, a vida real ainda acontece no ‘offline’. Ou seja, nós humanos gostamos e precisamos vivenciar todas as experiências que nossos cinco sentidos permitirem”, diz a profissional. E é aí que está o propósito desse estímulo. “O marketing sensorial vai usar dessa sensibilidade humana para promover uma experiência completa, onde tenhamos o ambiente perfeito para compras, por exemplo”, retrata.

As empresas que entendem o verdadeiro significado desse tipo de investimento, não medem esforços para aprimorar cada vez mais as vivências de forma democrática. “Não precisamos ir muito longe para ver exemplos que funcionam nesses casos: um cheiro específico de uma loja, a playlist de um restaurante, o toque aveludado de uma caixa que chega pelo correio e etc. Além disso, explorando outros sentidos além da visão e audição – majoritariamente utilizado em campanhas publicitárias – podemos garantir mais acessibilidade a pessoas portadoras de deficiências”, afirma a profissional.

Sendo assim, é claro que o grande diferencial está relacionado a olhar o todo. “Pensar no consumidor como um ser humano completo em seus sentidos e oferecer uma experiência inesquecível a ele. Assim, além de tornar a experiência de compra mais agradável você também vai construindo uma identidade de marca única, capaz de fidelizar os mais exigentes públicos”, sugere.

Por que adotar essa estratégia?

Promova uma boa experiência aos seus clientes | Imagem: Shutterstock

A ideia de colocar estratégias em prática sempre terá como objetivo elevar o nível de qualidade da sua empresa. E com essa técnica não é diferente. “Em um contexto de mercados cada vez mais competitivos, utilizar de estratégias de Marketing Sensorial irá colocar seu negócio a frente de seus concorrentes pois você está investindo na construção de vínculos afetivos com o seu público. E esse vínculo junto com os estímulos certos podem levar o consumidor à compra de seu produto sem uma ação direta de vendas”, exemplifica Ellen.

Se ainda restaram dúvidas por aí, a Gerente de Branding & Comunicação trouxe um caso de sucesso para você compreender ainda melhor. “Certa vez vi uma bem sucedida corretora de imóveis do concorrido mercado dos EUA contar um de seus segredos: ela chegava alguns minutos antes e colocava biscoitos para assar no forno. Ao chegarem no imóvel, os possíveis compradores eram abraçados por aquele aroma delicioso que os remetiam a aconchego, lar… Ou seja, todas as sensações que eles buscavam em seu novo imóvel – o processo de venda era facilitado por biscoitos“, finaliza.

Etiquetas

Maryene Oliveira

Apaixonada pelo mundo da comunicação, uma futura radialista movida por dança, literatura, desafios e ideias mirabolantes.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar