Design

O que são RGB e CMYK?

Conheça as diferenças entre as escalas RGB e CMYK | Imagem: Printi

Você sabe quais são as diferenças entre a escala RGB e a CMYK? É muito importante que ambas sejam aplicadas da forma correta para que não haja interferência no resultado final do seu trabalho. Pensando isso, hoje vamos esclarecer toda e qualquer dúvida. Acompanhe!

RGB

A abreviatura RGB (Red, Green, Blue) representa o método de cores utilizadas em monitores e eletrônicos emissores, fazendo referência aos tons vermelho, verde e azul para compor imagens coloridas nas telas.

Essa escala tem como base a Teoria Tricromática em que a luz é o elemento chave para a formação de cores através do sistema aditivo – capaz de gerar mais de 16 milhões de tonalidades diferentes ao serem divididas nos 255 níveis.

Escala RGB | Imagem: Printi
  • Vermelho: R=0, G=0, B=255;
  • Verde: R=255, G=0, B=0;
  • Azul: R=0, G=255, B=0;
  • Branco: R= 255, G=255, B=255.

CMYK

Já o padrão CMYK (Cyan, Magenta, Yellow, Black) emprega as cores Ciano, Magenta, Amarelo e Preto e é utilizado para produção de materiais impressos. Sua proposta é reproduzir, da maneira mais fiel possível, a maioria das cores do espectro visível e é por isso que é o esquema oficial do universo gráfico.

A combinação de duas cores aditivas primárias dá origem ao sistema CMYK, conforme ilustrado no esquema abaixo:

Escala CMYK | Imagem: Printi
  • Ciano: R=0, G=255, B=255.
  • Magenta: R=255, G=0, B=255;
  • Amarelo: R=255, G=255, B=0;
  • Preto: R=0, G=0, B=0.

Padrões de cores

Dadas as características, é necessário estudar com cuidado o material a ser impresso, pois nem todas as tonalidades podem ser reproduzidas da mesma maneira quando transferidas do computador para o papel. Por essa razão, também há outros modelos de padrões de cores no mercado, sendo que o mais popular deles é produzido pela Pantone.

Bônus: Pantone

Para ressaltar outro sistema de cores extremamente importante, vamos lembrar que Pantone também existe!

“A Pantone é uma marca comercial muito utilizada na indústria gráfica que atua como referência em guia de cores e padronização“, define Diego Vaz, supervisor de qualidade da Printi.

Seu diferencial – dentre outros correspondentes – está na formação de cores que ocorre através da mistura de pigmentos, ao contrário da distribuição por níveis da escala CMYK, por exemplo.

Quer se aprofundar ainda mais nos principais sistemas de cores? Durante os próximos dias teremos conteúdos exclusivos sobre cada um deles. Assine a newsletter e não perca nada!

[Post de 07/07/2016 atualizado em 07/04/2021]

Etiquetas

Maryene Oliveira

Apaixonada pelo mundo da comunicação, uma futura radialista movida por dança, literatura, desafios e ideias mirabolantes.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar