Design

Como fazer um cartão de visita?

Trocar cartão de visita é uma atitude comum e quase banal entre pessoas e a forma com que esta ação é conduzida diz muito sobre você e seu negócio. Durante encontros, os profissionais tem que deixar sua marca e uma lembrança futura, não importa se representando uma empresa ou atuando como freelancer.

Por isso, o cartão de visita tem que refletir a missão da empresa e identificá-la rapidamente, sempre seguindo a identidade visual proposta. Além de causar boa impressão, faz com que seu cliente ou parceiro tenha todas as informações necessárias para contatá-lo. No post abaixo você vai encontrar dicas básicas para criar um cartão de visita através de um passo a passo simples e completo.

Como fazer um cartão de visita eficiênte

Passo 1: Seleção das informações

O primeiro passo para elaborar um bom cartão de visita é listar as informações que serão inseridas. Portanto, sugerimos inserir o logotipo, o site da empresa, seu nome e informações de contato como telefone e email. Lembre-se que este impresso tem como finalidade uma apresentação pessoal.

Selecione as informações do seu cartão de visita

Com esta etapa concluída, não siga para o próximo passo antes de certifique-se de que o logotipo esta com boa resolução e os dados atualizados. Tudo correto? Então veja o próximo passo.

Passo 2: O modelo ideal para o seu negócio

Este é o passo na qual você irá definir qual é modelo mais adequado para o perfil do negócio.

Os modelos tradicionais são impressos em papel couchê, supremo ou reciclado, porém há diversos outros substratos que podem ser explorados de acordo com a área de atuação da empresa. O importante é identificar qual impacto cada material pode ter no seu cliente.

O modelo ideal para o seu negócio

No Brasil, os formatos padrão são 9×5 ou 8,8×5 cm, e há a opção de cantos arredondados ou o retangular tradicional e ainda os modelos com faca especial, que podem conter formatos interessantes e variados, incluindo o logo da empresa.

Os acabamentos possíveis para os cartões em papel são o verniz total, laminação fosca ou o verniz localizado. Este último, apesar de sofisticado, não é aconselhado, pois é um produto tóxico e agressivo ao meio ambiente. A escolha do substrato influência diretamente a confecção da arte, que pode, por exemplo, deixar as cores mais opacas no papel reciclado.

Passo 3: A criação

É nesta etapa que você irá desenvolver o layout (ou arte) do seu cartão. É essencial cria-lo em um programa apropriado como o Illustrator, Photoshop, Corel Draw ou mesmo o InDesign, pois eles possuem as ferramentas adequadas e possibilitam criar artes com a qualidade necessária.

A criação da arte

Programas como Word e Power Point não são aceitos pelas máquinas de impressão e não possuem recursos que para uma arte profissional.

Isso mesmo! Seu cartão de visita tem que ter uma arte profissional e muito bem elaborada. Caso você não tenha conhecimento gráfico ou de design, busque por profissionais especializados. Construir a arte com base em gabaritos pode ser de grande valia para quem não tem prática. A Printi disponibiliza gabaritos de forma gratuita para ajudar na criação.

Com a arte concluída, revise cada campo com cautela. Se possível, peça para outras pessoas fazerem uma segunda análise. Como você esta inserido no projeto, pode não notar pequenos detalhes. Imprima o modelo, mesmo que em impressora doméstica e em preto em branco, a fim de verificar se todos os dados estão legíveis e fáceis de serem encontrados.

O passo a passo de como criar seu cartão de visita

Com a arte pronta é a hora de fechar o arquivo e prepará-lo para a impressão.

Passo 4: Fechamento do arquivo

A utilização do PDF-X1a ocorre em grande parte das empresas da indústria gráfica, por ser um formato bem flexível.

Mas, porque utilizar o PDF-X1a?

Porque é uma família de normas internacionais que foi desenvolvida para garantir uma impressão mais previsível. A sigla PDF significa, em português, formato de documento portátil e foi projetado para tornar arquivos pesados em mais leves.

Aprenda mais sobre o PDF-X1a em O que é PDF/X1a?

O fechamento do arquivo em PDF

Passo 5: A impressão do cartão de visita

Seu arquivo esta pronto para impressão. E agora?

Lembre-se que o cartão de visita irá representar o seu negócio, portanto deverão ser impressos de forma profissional. Impressoras caseiras não oferecem a mesma qualidade e acabamento. As alternativas online, modelo de negócios da Printi, tem conquistado a confiança de milhares de clientes, além de ser prático, fácil e rápido.

Passo 6: A distribuição dos cartões

Nesta etapa, você já terá recebido seus cartões e estará pronto para distribuí-los.

Guarde-os em um porta-cartões para mantê-los sempre conservados e sem amassados ou ranhuras. Entregue-os de forma moderada e apenas para pessoas que realmente interessa manter contato. Ao receber o de outra pessoa, olhe atentamente os dados, principalmente o nome. Sempre que possível anote o local onde você a conheceu e qual é o motivo desta troca de dados. Guarde o cartão no seu porta-cartões e nunca no bolso da calça ou jaqueta, demostrando respeito pelo seu colega.

Passo 7: Controle seu estoque e mantenha os dados sempre atualizados

Imagine que você tem um evento importantíssimo, com os principais players do mercado e, na data do evento, você percebe que não tem mais cartão de visita ou que a quantidade é insuficiente. Ou pior: seus dados estão desatualizados.

Para evitar uma situação desagradável como esta, mantenha um controle constante do seu estoque e tente prever situações de maior distribuição, com feiras e eventos. Havendo alteração de endereço, telefone, e-mail ou qualquer outra informação, solicite novos modelos imediatamente. Não rabisque ou cole etiquetas para tentar encobri-los.

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar